NFT (Non-Fungible Token)


NFT (Non-Fungible Token)

NFTs podem ajudar a resolver alguns dos problemas relacionados aos ativos digitais tradicionais, como questões de propriedade e privacidade de dados.

A primeira decorre da pergunta que muitas pessoas fazem ao entender como funcionam os NFTs: “Para que serve essa tecnologia?” Isso ocorre porque os arquivos digitais são conhecidos por serem muito fáceis de copiar, e a cópia resultante é, na verdade, a mesma do ativo original.

Dessa forma, o que o NFT consegue é justamente garantir uma certa escassez de arquivos digitais que de outra forma seriam infinitamente replicáveis. Por ser uma tecnologia baseada em Blockchain, ela registra a precisão da “legalidade” de um determinado arquivo e todo o histórico da transferência de propriedade desse arquivo.

Portanto, percebe-se que o NFT ainda tem muito o que discutir e melhorar. Esta é uma tecnologia que recentemente ganhou notoriedade e fama, e ao longo do tempo vários problemas em seu modelo de implementação foram descobertos.

NFTs são novos tipos de ativos digitais que pode ser usado de várias maneiras, incluindo pagamento, armazenamento e autenticação.

Os NFTs são valorizados por seu uso na arte digital, mas também têm outros usos. Basicamente, qualquer item digital cujo autor ou proprietário julgue necessário definir sua autoria pode ser associado a uma NFT como forma de proteger sua originalidade em antecipação à comercialização.

NFTs são certificados digitais estabelecidos por meio do Blockchain, que definem a originalidade e exclusividade dos bens digitais. Um acrônimo para “Token não fungível”, os NFTs ganharam força depois que milhões de dólares foram usados ​​para comprar esses ativos na internet.

NFT é um acrônimo para “Non-Fungible Token”, que se traduz como “Non-Fungible Token” em português, e é um investimento digital. Entender esse tipo de aplicação pode parecer difícil no começo, mas na verdade é mais simples do que você imagina.

Fonte: https://experienceleague.adobe.com/?lang=pt-BR#home


Lei de Direitos Autorais, (Lei 9610 de 19/02/1998), sua reprodução total ou parcial é proibida nos termos da Lei.