Uma em cada três advogadas já sofreram assédio sexual

Consultoria e Assessoria

Dado é revelado em pesquisa publicada pela IBA – Internacional Bar Association.

Na reunião de associadas do CESA de outubro, o Presidente da IBA – Internacional Bar Association, Horacio Bernardes Neto, e o consultor jurídico Kieran Pender, da IBA Legal Policy & Research Unit, apresentaram o resultado da pesquisa realizada pela entidade sobre bullying e assédio sexual na profissão jurídica.

De acordo com o relatório internacional, uma em cada três advogadas já foram assediadas sexualmente e um a cada três homens já sofreram bullying. O relatório baseia-se em dados coletados de cerca de 7.000 profissionais do Direito, em 135 países, conduzido pela Unidade de Política e Pesquisa Jurídica da IBA (LPRU) em colaboração com a empresa de consultoria Acritas. Os entrevistados fazem parte de escritórios de advocacia, empresas, gabinetes de juízes, governo e judiciário.

t A pesquisa mostra que em 57% dos casos de bullying os incidentes não foram denunciados, e…

View original post mais 269 palavras