Ministro da Defesa fala sobre previdência dos militares

comissão especial que analisa o projeto da previdência dos militares (PL 1645/19) realiza a sua primeira audiência pública hoje à tarde. Os convidados são o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva; o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez; o comandante do Exército, general Edson Leal Pujol; e o comandante da Marinha, almirante Ilques Barbosa Junior.

Proposta abrange só as Forças Armadas, mas relator vai tentar um acordo para incluir militares estaduais

O projeto trata apenas das Forças Armadas, mas existe uma pressão de deputados da comissão para que seja discutida também a situação dos militares estaduais, policiais e bombeiros militares. O relator, deputado Vinícius Carvalho (Republicanos-SP), disse que fará o possível para negociar um acordo com o governo.

“Mas estará sob os nossos ombros. Sem entrar no mérito do que é justo, legítimo, meritório. Mas pautado naquilo que é possível. Pautado no que está na legalidade, vamos buscar o entendimento? Não tenha dúvida disso. E espero que tecnicamente consigamos o entendimento.”

A audiência será realizada no plenário 9 a partir das 16 horas, a pedido dos deputados Vinícius Carvalho (Republicanos-SP), Perpétua Almeida (PCdoB-AC), Carlos Zarattini (PT-SP), Arlindo Chinaglia (PT-SP), João Daniel (PT-SE), Odair Cunha (PT-MG) e  Jorge Solla (PT-BA).

Na próxima semana, existe a expectativa de ouvir um representante do Ministério da Economia.

Reportagem – Sílvia Mugnatto
Edição – Natalia Doederlein